Declarações são ‘mentirosas’, diz Aécio em nota

 

A assessoria de imprensa do senador Aécio Neves afirmou que “são mentirosas as declarações feitas por Joesley Batista em sua delação sobre pagamento de R$ 60 milhões em propina” para o senador na campanha de 2014.

Em nota, disse que “todos os recursos da JBS recebidos pela campanha foram doações oficiais e não envolveram qualquer tipo de contrapartida ou de uso de dinheiro público”.

A assessoria de Aécio diz que R$ 50,2 milhões foram doados pela empresa ao comitê financeiro nacional e à direção nacional da sigla em 2014. Desse valor, R$ 30 milhões foram repassados para a campanha presidencial e estão registrados na prestação de contas do partido.

Segundo a assessoria do senador, há ainda outros R$ 6,3 milhões referentes a doações feitas a diretórios regionais e candidatos estaduais e R$ 4 milhões doados no período pré-eleitoral.

Os montantes totalizam R$ 60,5 milhões em doações declaradas à Justiça Eleitoral. “O senador jamais atuou em favor da empresa JBS e desconhece todas as questões citadas pelo delator relativas a ICMS”, diz o comunicado. Afirma ainda que se trata “de mais uma acusação sem fundamento e sem provas.

(FOLHAPRESS)

'