Tribuna Online: notícias, esporte e cultura no Espírito Santo e do mundo – Lula é presidenciável com maior potencial de votos
Search
sexta-feira 28 abril 2017
  • :
  • :

Lula é presidenciável com maior potencial de votos

Foto: Divulgação/PT

Uma pesquisa do Ibope mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a ser o presidenciável com maior potencial de voto.

Pela primeira vez desde 2015, os eleitores que dizem que votariam nele com certeza (30%) ou que poderiam votar (17%) se equivalem aos que não votariam de jeito nenhum (51%), considerada a margem de erro. De acordo com a pesquisa, desde o impeachment de Dilma Rousseff, há um ano, a rejeição a Lula caiu 14 pontos.

É importante destacar que a pesquisa, na qual os nomes de outros oito possíveis candidatos à presidência também eram apresentados aos participantes, foi feita entre os dias 7 e 11 de abril, ou seja, antes de vir a público a lista do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), com as delações de executivos da Odebrecht que acusaram o ex-presidente de corrupção, junto com dezenas de outros políticos.

Senador Aécio Neves (PSDB-MG)

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

PSDB

Enquanto a popularidade de Lula subiu, os três principais nomes do PSDB viram seu potencial de voto diminuir nos últimos 18 meses. Desde outubro de 2015, a soma dos que votariam com certeza ou poderiam votar no senador Aécio Neves (PSDB-MG) despencou de 41% para 22%. O potencial do senador José Serra (PSDB-SP) caiu de 32% para 25%, e o do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) foi de 29% para 22%. Os três tucanos aparecem na pesquisa com taxas de rejeição superiores à de Lula: 62%, 58% e 54%, respectivamente.

Doria

Na pesquisa o Ibope testou pela primeira vez o potencial do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em uma eleição para presidente. Embora seja muito menos conhecido do que seus colegas de PSDB (44% de desconhecimento, contra 24% de Alckmin e 16% de Serra e Aécio), Doria já tem 24% de eleitores potenciais (metade votaria com certeza), ou seja, tanto quanto os outros tucanos, levando-se em conta a margem de erro. Mas sua vantagem é ter uma rejeição muito menor que a dos concorrentes dentro do partido: 32%.

'



  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *