Search
terça-feira 22 agosto 2017
  • :
  • :

Adutora da Cesan se rompe e inunda rua em Cariacica; veja o vídeo

Uma adutora da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) rompeu na manhã deste sábado (12) no bairro São Geraldo, em Cariacica, atingindo casas da região. A enxurrada e a lama invadiram pelo menos três casas da região, por volta de 6h20 e o rompimento só foi contido pela Cesan por volta das 9 horas, segundo moradores.

O pedreiro Sebastião Santos relatou que a situação foi desesperadora. Ele, que mora com a mulher Neusa Barbosa Santos, 55, e uma filha, perdeu móveis e eletrodomésticos e teve de quebrar parte de uma parede do imóvel para ajudar no escoamento da água. “Acordamos com o susto. É triste ver as coisas que levamos 20 anos para conquistar sendo destruídas assim tão rápido”, lamentou.

Em nota, a companhia estadual informou que realiza manutenção emergencial no local, mas não há previsão de falta de água quando as casas têm caixa d’água, pois ela suporta 24 horas.

“A Cesan faz manutenção emergencial em um trecho de rede, no bairro São Geraldo, neste sábado (12), para melhorar o abastecimento em Cariacica. A previsão é que o serviço seja concluído às 18h”, diz nota.

“A população pode ser afetada caso não tenha reserva adequada de água. A Companhia orienta que os moradores economizem água e evitem o desperdício. O abastecimento será normalizado de forma gradativa em até 24 horas após a conclusão dos serviços. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 115”, conclui nota.

A Cesan informou ainda que presta assistência às famílias afetadas. “A Cesan informa que está dando assistência às famílias que tiveram suas casas afetadas por vazamento de adutora que ocorreu na manhã deste sábado (12), na rua Hugo Viola, no bairro São Geraldo,  em Cariacica”, informou. “Uma equipe de engenheiro e assistente social está  prestando assistência aos moradores afetados e fazendo levantamentos para detectar as necessidades das pessoas.  Após análise técnica, a Cesan fará o ressarcimento das perdas materiais que comprovadamente foram causadas pelo incidente.”

com informações de Carlos Mobutto




  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *