Search
terça-feira 22 agosto 2017
  • :
  • :

Estado decide aumentar orçamento do ano que vem

Paulo Hartung

Governador Paulo Hartung. Foto: Antonio Moreira

O governo do Espírito Santo planeja ampliar em mais de 4% o Orçamento para o próximo ano. Segundo a Secretaria de Estado de Economia e Planejamento, o aumento da receita será possível graças ao crescimento na arrecadação de tributos como o ICMS, a principal fonte do Tesouro estadual.

De acordo com o secretário de Economia e Planejamento, Regis Mattos Teixeira, a previsão é de que Orçamento do Estado para 2018 seja de R$ 10,5 bilhões, um aumento de 4,48% em relação aos recursos do exercício atual, que são de R$ 10,1 bilhões.

Os recursos de caixa compõem o Orçamento do Estado juntamente com os recursos vinculados, que só podem ser utilizados para finalidades específicas. “O aumento será nos recursos de caixa, que são formados por valores arrecadados pelo Estado, por meio do ICMS e outras fontes. Estes valores são aqueles que utilizamos para folha de pagamento, duodécimos e uma parcela importante do custeio, entre outras despesas”, esclareceu o secretário.

Segundo ele, o aumento no Orçamento do próximo ano possibilitará ações como o pagamento do
auxílio-alimentação dos servidores estaduais, além de permitir maiores investimentos em saúde,
educação e segurança pública.

“Os órgãos do Estado receberam hoje (ontem) o limite de Orçamento para cada um deles, e a partir disso elaborarão seus próprios orçamentos, que serão encaminhados ao Poder Executivo. Até o final do mês, o Orçamento será consolidado, e em setembro teremos a receita total, para então encaminhar o projeto para a Assembleia Legislativa ”, esclareceu o secretário.

Para o governador Paulo Hartung, o aumento dos recursos do Orçamento dá sinais de que o Estado está superando a crise econômica. “O Espírito Santo sofre com a crise nacional, e houve adicionalmente o problema da Samarco e da crise hídrica. Por três anos vivemos com redução de Orçamento, e pela primeira vez, projetamos um Orçamento maior. Isso sinaliza que atravessamos o pior da crise”, disse o governador.

“Vamos ter um pouco mais de recursos para fazer frente aos desafios do Executivo, Legislativo e
Judiciário, e vamos priorizar a educação, a saúde e a segurança pública”, afirmou Hartung.

Governo estuda abrir concursos

Com o aumento de 4,48% no Orçamento para 2018, entre as medidas estudadas pelo governo do Estado está a reposição de servidores públicos.

Segundo o secretário de Economia e Planejamento, Regis Mattos Teixeira, há estudos em andamento para a realização de novos concursos públicos.

“Há essa avaliação sendo feita e os órgãos estão avaliando sua necessidade de pessoal. No momento apropriado serão consideradas as regras vigentes de limite de pessoal e as considerações do Tribunal de Contas do Estado em relação aos impactos para os próximos anos ”, disse o secretário, que afirmou que as áreas da educação e da segurança pública devem ser contempladas com reposição de servidores.

Ainda de acordo com o secretário, o Orçamento maior irá garantir que o pagamento dos servidores seja realizado em dia no próximo ano. “Esse crescimento vai nos permitir continuar com os compromissos já assumidos, como o aumento do auxílio-alimentação, já previsto no Orçamento” a firmou Regis Mattos.

Segundo o governador Paulo Hartung, informações acerca dos concursos que serão realizados e das áreas específicas que receberão investimentos devem ser apresentadas quando for concluído o
detalhamento do Orçamento do Estado. “Com essa folga, vamos liberar alguns concursos novos”, disse
Hartung.

 

Reportagem de Fernando Bianchi

 




  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *