Search
sábado 21 outubro 2017
  • :
  • :

Histórico Jornal

A trajetória do jornal A Tribuna na conquista da liderança do mercado editorial capixaba é um capítulo à parte na história da imprensa do Espírito Santo. Ao lançar o jornal em cores, com um novo e arrojado projeto gráfico, em 1995, o jornal se lançava na briga pela liderança. A Tribuna é hoje o melhor e maior jornal do Espírito Santo, destacando o Estado no cenário nacional. Liderança conquistada e consolidada com ética, profissionalismo e competência empresarial.

O jornal A Tribuna foi fundado em 22 de setembro de 1938, na cidade de Vitória, capital do Espírito Santo. Com ele, inaugurava também um novo estilo de fazer jornal: manchetes em corpo enorme nas capas e nas páginas centrais, muitas ilustrações, farta cobertura esportiva, linguagem forte, publicações de muita informação de utilidade pública, um autêntico jornal popular.

O jornal funcionou inicialmente na Esplanada Capixaba, hoje Av. Jerônimo Monteiro. Já em 1941, estampava em sua capa o slogan “O jornal do Espírito Santo”. Em 1945 o controle da empresa passa para o grupo dirigido pelo Partido de Representação Popular. Posteriormente é vendido a políticos ligados a Ademar de Barros e anos depois, em 1968, o jornal é adquirido pelo Grupo João Santos.

Em 1971 é transferido para a sede própria, na Ilha de Santa Maria. Fechado em 1972, a primeira edição na nova sede só acontece em 07 de outubro de 1973. Em 02 de fevereiro de 1987, A Tribuna circula pela primeira vez em formato tabloide.

A grande virada do jornal A Tribuna começa em 22 de novembro de 1995. Um novo projeto gráfico é especialmente encomendado à Universidade de Navarra, Espanha. O jornal vem moderno, arrojado, pela primeira vez em cores. Investimentos também são feitos em recursos técnicos, adquirindo a mais moderna impressora do Estado, com capacidade para imprimir até 45.000 exemplares de até 48 páginas por hora. No ano seguinte, em 16 de setembro de 1996, A Tribuna vence mais uma etapa e começa a circular também às segundas-feiras, tornando-se definitivamente um veículo competitivo em todos os sentidos.

Paralelamente, esforços são concentrados em outras áreas importantes do jornal. O setor de Circulação é renovado com novas técnicas e sistemas de controle de distribuição. A redação é informatizada, novos servidores são disponibilizados e o jornal ganha em velocidade e qualidade gráfica.

Em 1997 A Tribuna obtém o maior índice de crescimento em percentual do País, com médias de 47,95% em dias úteis e 79,34% aos domingos, de acordo com o IVC – Instituto Verificador de Circulação. Também nesse ano, A Tribuna conquista o prêmio Colibri de Ouro, sendo eleito Veículo de Comunicação do Ano.

Em 1999 o jornal se consolida como líder e, circulação na Grande Vitória, em vendas e em número de leitores, de segunda a sábado, comprovado pelo IVC – Instituto Verificador de Circulação – e pelo IBOPE. E no ano 2000 conquista a liderança em todo o Estado.

Atualmente A Tribuna é líder em todo o Espírito Santo, de domingo a domingo, e ocupa posição de destaque entre os vinte maiores jornais em circulação no Brasil (IVC-Instituto Verificador de Comunicação). Um jornal completo, distribuído para todo o Estado, além de cidades do sul da Bahia, norte do Rio de Janeiro, leste de Minas Gerais, além de São Paulo e Brasília. Em suas páginas diárias, notícias do Espírito Santo, do Brasil e do mundo em nove editorias: Cidades, Economia, Polícia, Política, Regional, Internacional, Opinião, AT2 e Esportes, diariamente nos Noticiários, além dos cadernos de Classificados, Imóveis, TV Tudo, AT em Família, AT2 Fim de Semana e Sobre Rodas. Além disso, o melhor time de colunistas do Brasil está diariamente nas páginas de A Tribuna.

A Tribuna já conquistou dez vezes o troféu “Deusa da Fortuna” como o “Melhor Veículo do Espírito Santo”, prêmio concedido pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas – CNDL, que elege os melhores do ano nas categorias Fornecedor, Prestador de Serviços e Imprensa, que se destacam pelo conjunto de ações promovidas em prol do desenvolvimento do varejo nacional, como qualidade de seus produtos, preços, serviços, atendimento, promoções, propaganda e merchandising.

Desde 2007 o jornal faz parte do programa “Jornal e Educação”, realizado pela Associação Nacional de Jornais – ANJ, com o programa socioeducacional “A Tribuna na Escola”, contemplando mais de 115.000 alunos de mais 40 escolas do Estado.

Em 2013 e 2014 A Tribuna foi reconhecido pela Academia Brasileira de Marketing como “Melhor Jornal Regional do Brasil”, no Prêmio Veículos de Comunicação, realizado pela Editora Referência.