Search
segunda-feira 20 novembro 2017
  • :
  • :

Trinta novidades para o Natal

Com a proximidade de um dos feriados mais esperados do ano, o Natal, marcas de diversos segmentos já iniciaram lançamentos de produtos que podem ser ótimas opções de presentes para todos os gostos e bolsos.

A reportagem de A Tribuna destacou 30 novidades que vão chegar às prateleiras do Espírito Santo neste Natal. Há desde videogame superavançado, eletroportáteis para novos mestres-cucas, ventilador com pastilha repelente de insetos até televisores com telas de 110 polegadas e altíssima resolução.

O principal lançamento do último trimestre do ano é o Xbox One X, que garante uma verdadeira experiência de gaming imersiva em 4K, e é o mais potente e o menor console já produzido até o momento. Além disso, ele é compatível com jogos do Xbox 360, do Xbox original e de acessórios das diferentes versões do Xbox One.

Apesar do frágil momento econômico do País, a Microsoft acredita que seus produtos possuem um bom mercado. “Para nós, o Brasil está entre os cinco mercados mais importantes de games no mundo. Sabemos que vai ser caro, mas o Xbox One X chega ao Brasil até o Natal”, prometeu o chefe da Divisão Xbox na Microsoft, Phil Spencer.

Para os amantes de arte, a Samsung lançou a The Frame TV 55”, um modelo que não se limita apenas às funções de televisão. Quando está desligada, é ativado o “modo arte” e a TV se transforma, literalmente, em um quadro personalizável. “Reforçamos o discurso “4K de verdade”, considerando que toda nossa linha de TVs UHD tem certificação internacional e painel RGB, sem pixel branco”, ressaltou o gerente de Produtos de TVs da Samsung, Guilherme Campos.

Para os fãs do Super Nintendo, a marca lançou, neste mês, uma edição especial do clássico videogame dos anos 1990. Ele será vendido por R$ 999 e contará com 21 jogos na memória.

Crescendo cada dia mais, o segmento de games oferece produtos mais específicos para os clientes, como uma mesa especialmente voltada para jogadores. Segundo o gerente de Produtos de Games da Dazz, Antônio Nascimento, o público, hoje, está mais exigente. “O segundo semestre é sempre mais favorável neste universo, pois é um momento de aquecimento nas vendas. Entre os nossos lançamentos, está uma linha de teclados mecânicos, a partir de R$ 199, que possuem melhor usabilidade nos jogos”, disse.

 

Aposta em roupas e cosméticos

O clima de confraternização proporcionado pelo Natal, uma das datas mais importantes para o varejo, leva os consumidores, já a partir deste mês, a iniciar a procura por presentes. Neste ano, as principais apostas de lojistas são roupas e cosméticos.

“Naturalmente, o último bimestre do ano traz grandes perspectivas de melhoras. O País esteve praticamente paralisado durante os últimos dois anos e a tendência agora é de crescimento. Com a economia ainda em recuperação, as famílias devem apostar em presentes simples. Roupas e cosméticos vão liderar as vendas”, prevê o presidente da Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio-ES), José Lino Sepulcri.

Segundo ele, isto deve ocorrer porque o vestuário é um presente simples e que agrada a todos. Já os produtos de beleza são os preferidos de mulheres e homens mais vaidosos com os próprios corpos. “As pessoas compram mais roupas leves, por causa do verão. É um período que se fortalece as vendas de roupas de linho e seda, por exemplo. A expectativa é ter 15% de crescimento”, disse o presidente da Câmara do Vestuário da Federação das Indústrias do Estado (Findes), José Carlos Bergamin.

De acordo com especialistas, os consumidores brasileiros também são ávidos por tecnologias de ponta e produtos que auxiliem nas atividades do dia a dia. “Estão em busca, cada vez mais, de uma experiência completa, tanto pelos recursos inéditos quanto pelo design diferenciado”, afirmou o gerente de Produtos da Área de Dispositivos Móveis da Samsung Brasil, Renato Citrini.

Para ele, a melhor forma de cativar os consumidores é sempre oferecer a melhor solução em tecnologia, inovação e serviços.

 

 

Antecipação para reduzir os gastos

Gabriela Pelisson Casotti Pandolfi. Foto: Fábio Vicentini.

Gabriela Pelisson Casotti Pandolfi. Foto: Fábio Vicentini.

Antecipar as compras de Natal significa mais tempo para pesquisar preços e economizar, além de se livrar das longas filas nas lojas.

A contadora Gabriela Pelisson Casotti Pandolfi, de 37 anos, já está de olho no que comprar para presentes neste Natal, e ressaltou que serão presentes econômicos. “Apesar de ver que a economia está um pouco melhor, eu e meu marido ainda pretendemos comprar presentes simples este ano para a família”, explicou Gabriela.

Ela contou que o seu filho, o pequeno Miguel, de 4 anos, está bastante animado com as decorações de Natal para as festas de final de ano. “É um clima festivo. Ele adora os bonecos de Papai Noel e toda a música natalina”, disse Gabriela.

Comércio volta a fazer pedidos à indústria

Com o Natal chegando e o crescimento do consumo no Estado, o comércio capixaba voltou a fazer pedidos à indústria. Para o presidente da Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio-ES), José Lino Sepulcri, com a queda dos juros e da inflação, as vendas devem crescer entre 6% e 8% em comparação com o ano passado.

“Os comerciantes já estão fazendo pedidos para renovar os estoques com lançamentos de produtos. Os empresários sabem da importância de proporcionar um maior número de produtos para a escolha de presentes no final de ano”, explicou Sepulcri.

As fábricas de calçados, roupa eletrônicos e alimentos já iniciaram a produção, dizem especialistas, e estão prontas para atender a renovação de estoques do varejo para as vendas de final de ano.

Segundo o presidente executivo da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, a indústria já recebeu pedidos dos comerciantes e os novos produtos já começaram a chegar a todos os revendedores do Espírito Santo para as vendas neste final de ano. “Observamos um crescimento em torno de 28% nas vendas sobre os pedidos do ano passado. Sendo um crescimento acumulado de janeiro a setembro, de 26% em portáteis (como liquidificadores e batedeiras), 28,2% em televisores e 5% na linha branca (como refrigeradores, lavadoras e fogões)”, disse.

Já no segmento dos televisores premium, com aparelhos UHD 4K, com preço acima de R$ 8 mil, segundo o gerente de produtos de TVs da Samsung, Guilherme Campos, houve um crescimento de 14% em todo o mercado, enquanto a marca cresceu 26%.

Mesmo com o cenário econômico atual, cortes nos custos não costumam atingir o comércio especializado em decoração natalina e a expectativa é que ocorra aumento nas vendas.

De acordo com os principais varejistas do ramo, o estoque foi preparado para atender à demanda, com variedade de produtos. Dono da loja de decoração Natal Nobre, no Shopping Praia da Costa, em Vila Velha, o empresário Sérgio Fonseca disse que comprou os produtos para estoque com um planejamento de aumento de 10%. “Mas as vendas estão superando as nossas expectativas. Já observamos um crescimento de 27% nas vendas desde 27 de setembro, quando abrimos a loja”, contou.

 

Novos enfeites

Tradicionalmente, todos os anos as árvores de Natal e os enfeites fazem parte do clima dentro das casas, fachadas de comércios, shopping centers, ruas, escritórios e vitrines.

A modelo Maithe Gobe, de 18 anos, está bastante animada para começar a decorar a sua casa para o Natal. “Ainda não comprei os enfeites e lâmpadas de Natal, mas pretendo renovar todas as decorações neste ano. Adoro decorar a casa”, disse Maithe.

 

“Este ano, o mercado tende a ser melhor”

Antônio Marcus Machado, economista e professor universitário

Antônio Marcus Machado, economista e professor universitário

“O mercado aproveita o período de compras de Natal para lançar novos produtos e atrair os consumidores. No entanto, do ponto de vista do consumidor, é preciso que ele tenha que obedecer três princípios: saber se há necessidade da compra (se realmente precisa desse produto), verificar quantas funções o produto possui (se pode ou não beneficiar mais tarefas do que outros produtos similares) e, por fim, analisar se o produto cabe no seu orçamento (para evitar o maior endividamento e uma possível inadimplência).

Este ano, o mercado tende a ser melhor. Isso porque o consumidor vive de expectativa e, como a economia já dá sinais de melhora, o consumidor vai comprar mais. Já o comerciante precisa oferecer um bom preço para que os produtos correspondam a esse otimismo dos consumidores.

Caso contrário, esse otimismo corre o risco de virar endividamento para a pessoa, que pode ficar inadimplente e parar de comprar. É uma combinação de fatores que faz com que o Natal de todos seja mais feliz.”

 

Thaíssa Dilly

Os lançamentos para o Natal

Os lançamentos para o Natal

Os lançamentos para o Natal

Os lançamentos para o Natal

 

 

 

 




  • One thought on “Trinta novidades para o Natal

    1. Pedro Henrique

      A expectativa para esse Natal é superior em relação às vendas dos três últimos anos, como relata o professor Antônio Marcus Machado neste artigo.
      Os comerciantes estão bem otimistas com as vendas de natal, novos produtos serão lançados para cativar o consumidor.
      A expectiativa para a venda de panetones também é animadora, as indústrias estão produzindo em larga escala

      responder

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *